Dicas

Câncer de mama: 6 coisas que toda mulher precisa saber

Câncer de mama: 6 coisas que toda mulher precisa saber

Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA), são esperados 60 mil novos casos de câncer de mama por ano. Ele representou 29,7% de todos os canceres do sexo feminino em 2020 e é o que mais afeta mulheres em todo o mundo. 

Os homens também são atingidos pela doença, porém, a porcentagem é bem pequena, representando apenas 1% dos casos. Em geral, eles são acometidos pelos casos hereditários.

Quanto antes se iniciar o tratamento, há maior probabilidade dele funcionar. Com ele, a porcentagem de cura pode chegar a 95%. Separamos 6 informações cruciais que toda mulher deve saber a respeito do assunto, confira!

Neste artigo você vai ler sobre:

  • Indícios do câncer de mama
  • Autoexame e Mamografia
  • Fatores de risco
  • Casos hereditários
  • Prevenção
  • Tratamento do câncer de mama

Os sinais do câncer de mama geralmente são: nódulos endurecidos e sem dor, vermelhidão na pele da mama, secreção saindo do mamilo de maneira espontânea, alteração no tamanho do mamilo ou do seio, aparecimento de nódulos na região do pescoço ou axila e inflamação na aréola. 

Autoexame e Mamografia

Ainda que o autoexame não seja o ideal para identificar os nódulos em seu estágio inicial, ele é de suma importância. Deve ser feito entre o 3º e o 5º dia depois da menstruação, para mulheres na menopausa, o ideal é que escolha uma data no mês para realizá-lo.

Portanto, ele não substitui a avaliação clínica do médico e o exame de mamografia, mas ajuda a identificar os nódulos ainda em estágio inicial. A Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), indica que ela seja feita por mulheres a partir dos 40 anos. 

Fatores de risco

Além de ser mulher e ter mais de 50 anos, existem outros fatores de risco que podem aumentar a chance de se ter câncer de mama. Dentre eles, estão:

  • Consumo excessivo de álcool;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Exposição frequente à radiação;
  • Menopausa tardia;
  • Tabagismo;
  • Primeira menstruação precoce;
  • Não ter filhos ou tê-los acima dos 30 anos;
  • Ter familiares de 1º grau com a doença.
Casos hereditários

Os casos hereditários ocorrem devido à modificação dos genes ao longo das gerações. Diferente do que muitos pensam, a incidência hereditária no câncer de mama é raro, e  ocorre em apenas 5% a 10% dos casos. 

Prevenção câncer de mama

Algumas mudanças podem ser feitas no seu dia a dia que farão diferença na hora de se prevenir contra a doença, são elas: 

  • Praticar atividades físicas;
  • Se alimentar corretamente;
  • Evitar o consumo excessivo de álcool;
  • Não fumar;
  • Manter o peso ideal.

Uma das medidas adotadas para se prevenir contra o câncer de mama é manter a sua alimentação equilibrada. Para isso, você deve fazer as principais refeições na hora certa e ter um prato diversificado com legumes e verduras. 

Além disso, durante o dia, você deve ingerir frutas e, pelo menos, 2 litros de água e praticar exercícios físicos regularmente. Tudo isso contribuirá para a manutenção da sua saúde. 

Tratamento do câncer de mama

Após o diagnóstico, o médico vai discutir quais são os possíveis tratamentos. Cada um vai depender do tipo e estágio do câncer. Veja:

  • Tratamentos locais – Ele visa tratar o tumor somente no local afetado, sem prejudicar outras partes do corpo, pode ser pela cirurgia ou radioterapia;

  • Tratamentos sistêmicos – Nele, são usados medicamentos por via oral ou venosa que atingem as células cancerígenas em qualquer parte do corpo. Estamos falando da quimioterapia, hormonioterapia, terapia alvo e imunoterapia.

No caso desses tratamentos, o medicamento usado afeta as células sadias do organismo. Com isso, os níveis dos glóbulos brancos caem, diminuindo a defesa contra infecções.

A empresa Cogumelo do Sol® investiu em Pesquisas Científicas, nas áreas de Oncologia, Cardiologia, Antioxidantes e Nutrição e já apresentou essas pesquisas em mais de 15 Congressos Mundiais. Ou seja, o Cogumelo do Sol® é , comprovadamente, um coadjuvante no tratamento do câncer, por colaborar no equilíbrio do sistema imunológico!

São mais de 150 nutrientes benéficos que reforçam as carências nutricionais do organismo. Por se tratar de um alimento não há contraindicações e pode ser tomado por pessoas de todas as idades!

Leia também – Imunidade: Como identificar os sinais de fraqueza do organismo e se cuidar 

Referências: BP, Fiocruz, Oncoguia, Instituto Real.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *